Google tradutor

Ricardo Eletro

Presidente Jânio Quadros: PM é preso por participar de quadrilha que planejou assalto a banco


Um policial militar foi preso em flagrante acusado por formação de quadrilha nesta sexta-feira (5), por planejar um roubo a uma agência bancária, um banco postal e uma lotérica em Presidente Jânio Quadros, no sudoeste baiano, ao lado de outras oito pessoas, segundo informações da Delegacia de Vitória da Conquista. Cinco assaltantes morreram em troca de tiros com a polícia quando a quadrilha foi interceptada por volta de 8h30 da manhã.
A polícia continua as buscas por dois membros da quadrilha que conseguiram furar o bloqueio policial e fugir em um Uno cinza - inclusive uma mulher. Já o PM Norberto Macedo Viana, foi preso em um Celta vermelho em Conquista; o nono membro da quadrilha seria o dono da locadora de veículos que alugou os carros ao bando, Gilberto Faria. Ele também foi preso em flagrante por formação de quadrilha em Guarani, onde mora.
Os assaltantes que morreram estavam em um Corsa Sedan branco, com placa de Dias D'Ávila, segundo informações do Brumado Notícias -  eles foram identificados como Edmar de Jesus Santos, Fred Robson Moreira Santos, Tiago da Silva Moreira, Erivaldo dos Santos Souza e Luciano de Jesus Silva. Ele trocaram tiros com a polícia quando foram interceptados na entrada da cidade de Presidente Jânio Quadros, que pretendiam saquear - pelos menos três assaltos estavam nos planos da quadrilha. 
A polícia montou um bloqueio no local porque a quadrilha já era investigada. O mesmo bando foi responsável pelo arrombamento dos terminais de auto-atendimento em Aracatu e pelo assalto ao Banco do Brasil de Ibiassucê. Todos os assaltantes mortos já tinham passagem pela polícia.
Com a quadrilha, a polícia apreendeu sete bananas de dinamite, um fuzil, duas carabinas, dois revólveres calibre 38, três pistolas (ponto 40, 9 mm e 380), 20 munições de fuzil, 50 munições de vários calibres, um machadinho, uma marreta e dois celulares - o armamento pesado seria usado nos assaltos. 
PM guardava as armas
Segundo as investigações da polícia, o PM era o principal responsável por guardar o armamento da quadrilha. Lotado na 77ª Companhia Independente de Polícia Militar, Norberto Viana foi preso perto de sua casa em Vitória da Conquista e foi levado para o batalhão da PM. 


CORREIO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga por e-mail