Google tradutor

Ricardo Eletro

Cyclone: Servidores do DPT são demitidos após vídeo

Dois servidores do Departamento de Polícia Técnica da Bahia (DPT) foram demitidos após sindicância realizada pela Corregedoria do órgão identificá-los como os responsáveis pela gravação do vídeo com imagens do corpo de Kelly Cyclone, depois da autópsia realizada no Instituto Médico Legal Nina Rodrigues (IML), fato noticiado em primeira mão pelo Bahia Notícias. Roberto Carlos Vieira Oliveira e João Batista Alves Neto, que já tinham sido afastados, eram funcionários contratados pelo Regime Especial de Direito Administrativo (Reda). A informação é da família de Kelly, que recebeu nesta terça-feira (19) o resultado das investigações através da Polícia Civil. “A sindicância determinou ainda que ficou proibido a entrada de celulares na área das necropsias e foram instaladas câmeras”, relatou ao Correio 24 Horas um familiar que teve acesso aos resultados, concluídos há quase um mês. Porém, a apuração não identificou o responsável por colocar o vídeo na internet, que mostra o corpo da vítima nu, dentro do DPT. Kelly Sales, que ganhou fama por namorar traficantes, foi morta dia 18 de julho ao sair de um show de pagode. A 22ª Delegacia, em Lauro de Freitas, ainda não concluiu o inquérito sobre o crime. 

Bahia Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga por e-mail