Google tradutor

Ricardo Eletro

Médica capota veículo na BA 120 trecho Retirolândia/ Coité

"A vítima se salvou por muita sorte", disse um curioso, ao verificar a distância onde o carro parou depois de capotar várias vezes. O cinto de segurança tanbem teve sua contibuição.

A médica Larissa Roberta de Souza, residente em Feira de Santana, sofreu ferimentos leves, porém, permaneceu por mais de duas horas desorientada e sem condições de prestar informações com segurança do ocorrido, ao capotar o veículo Citroen C3, p/p MYW 3362, licença de Natal, Rio Grande do Norte, no inicio da tarde desta quarta-feira (19), na BA 120, próximo ao Povoado de Tanque Novo,divisa entre os municípios de Coité e Retirolândia.
O acidente causou indignação aos motoristas que passavam no momento, pela frieza dos funcionários da empresa Ambiente Engenharia, prestadora de serviço da EMBASA, que trabalhavam no local e não se movimentaram para prestar socorro. O supervisor de vendas Romulo Cerqueira residente na cidade de Feira de Santana, o primeiro ao chegar ao local, contou ao CN que viu o veículo capotado e caiu do outro lado da cerca no campo de sisal e comentou com o amigo que viajava de carona sobre o acidente de que teria muito tempo, pois, observou as pessoas vestidas com fardamento azuis trabalhando tranquilamente como se nada tivesse ocorrido.
“Para minha surpresa, o colega que estava comigo, chamou atenção dizendo que o acidente havia ocorrido naquele momento, pois o Citroen havia ultrapassado a caminhonete no fim da lombada. Lembrei que realmente havia ultrapassado aquele carro e voltei para socorrer e chegando lá encontrei a médica, graças a Deus, sem ferimentos, porém desorientada”, contou Rômulo.
Após prestar socorro, o supervisor de venda fez questão de filmar com o celular os funcionários que continuaram trabalhando, isto a 50 metros do local onde o carro capotou e o motorista correndo para retirar a F 350, p/p NYY – 4764, licença de Feira de Santana, com logomarca da empresa e o número do contrato de prestação de serviço da EMBASA. “Essas imagens foi logo que colocamos a médica no veículo para prestar socorro”, ressaltou Cerqueira.
Robson Pereira Silva, que se apresentou como motorista, disse que havia sinalizado o local e que não parou numa área mais aberta, pois temia que o veículo atolasse. Um dos policiais que compareceu ao local confirmou ao CN que a F 350 realmente estava na pista e só após a chegada da guarnição, mandou que parasse em um local mais seguro, a exatamente 20 metros de onde havia estacionado inicialmente.
O homem que aparece no final das imagens protestou ao dizer que estava temendo um acidente, pois passou minutos antes e viu o local não sinalizado e o carro mal estacionado, pois se trata de uma lombada e totalmente sem visão no sentido que viaja de Retirolândia/Coité.
Pelas marcas dos feios, a médica se assustou ao se deparar com os cones e com a caminhonete e perdeu o controle do carro, capotando várias vezes, chegando a passar por cima da cerca que divide a estrada com a roça de sisal.
Larissa foi encaminhada para o pronto socorro do Hospital Regional e em seguida, por insistência dela própria, mesmo desorientada, pediu que a levasse a um local onde tirasse radiografia, sendo encaminhada a Clínica São José.

Calila Notícias. Por:Valdemí de Assis / fotos: Raimundo Mascarenhas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga por e-mail