Google tradutor

Ricardo Eletro

Planos de saúde têm novas regras a partir desta segunda (19)

Para consultas e sessões com fonoaudiólogos, nutricionistas, psicólogos, terapeutas educacionais e fisioterapeutas, a espera pode ser de até dez dias


Entram em vigor nesta segunda-feira (19) as novas regras que estabelecem prazo máximo de sete dias para que usuários de planos de saúde sejam atendidos em consultas nas áreas de pediatria, cirurgia geral, ginecologia, obstetrícia e clínica médica. Nas demais especialidades, o prazo será de até 14 dias. Para consultas e sessões com fonoaudiólogos, nutricionistas, psicólogos, terapeutas educacionais e fisioterapeutas, a espera pode ser de até dez dias.
A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) estabeleceu ainda que cada operadora de plano de saúde deverá oferecer pelo menos um serviço ou profissional em cada área contratada. Nos casos de ausência de rede assistencial, a operadora terá que garantir o atendimento em um prestador não credenciado no mesmo município ou o transporte do beneficiário até um prestador mais próximo, assim como o retorno do paciente para a cidade de origem.
As novas normas deveriam ter entrado em vigor em 19 de setembro deste ano, mas o prazo foi prorrogado para que as operadoras pudessem se adaptar.
As empresas de planos de saúde que não obedecerem aos prazos definidos pela ANS sofrerão penalidades.
Em casos de descumprimentos constantes, as empresas poderão passar por medidas administrativas, tais como a suspensão da comercialização de parte ou de todos os seus produtos e a decretação do regime especial de direção técnica, inclusive com a possibilidade de afastamento dos dirigentes da empresa. 
 
Correio da Bahia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga por e-mail