Google tradutor

Ricardo Eletro

Último comboio com tropas do EUA deixa o Iraque


110 blindados entraram no Kuwait na manhã deste domingo.
Comboio transportou cerca de 500 soldados.



O último comboio com tropas dos Estados Unidos deixou o Iraque na manhã deste domingo (18), quase nove anos após invadir o país para depor o ditador Sadam Husein, que foi capturado e executado. O comboio entrou no Kuwait, confirmou o comando norte-americano, segundo as agências internacionais de notícias.
Composto por 110 veículos blindados, o comboio transportou cerca de 500 soldados e atravessou a fronteira às 7h30 (2h30 no Brasil). A viagem encerra a missão dos EUA no Iraque. A televisão local mostrou imagens da última coluna de veículos militares americanos que cruzava a fronteira com Kuwait.
Último comboio norte-americano inicia viagem para deixar o Iraque. (Foto: Mario Tama / Pool / AFP Photo)Último comboio norte-americano inicia viagem para deixar o Iraque. (Foto: Mario Tama / Pool / AFP Photo)
Permaneceram no Iraque 157 soldados norte-americanos encarregados de treinar as forças iraquianas e proteger a Embaixada dos EUA em Bagdá.
Soldados dos EUA comemoram mesmo antes de o comboio terminar viagem até o Kuwait. (Foto: Mario Tama / Pool / AFP Photo)Soldados dos EUA comemoram mesmo antes de o comboio terminar viagem até o Kuwait. (Foto: Mario Tama / Pool / AFP Photo)
Durante os últimos dias, o Exército americano entregou os últimos prisioneiros que tinha em suas mãos às autoridades iraquianas, que na sexta-feira (16) assumiram o controle da última base militar que permanecia em poder dos EUA.
Na quinta-feira (15), se encenou a retirada americana de maneira simbólica com o recolhimento da bandeira em cerimônia em Bagdá, da qual participou o secretário de Defesa Leon Panetta.
Com o pacto de segurança assinado entre Washington e Bagdá há três anos, ambos os países acertaram a retirada para o final deste ano.
Comboio chega ao acampamento Virginia, no Kuwait. (Foto: Gustavo Ferrari / AP Photo)Comboio chega ao acampamento Virginia, no Kuwait. (Foto: Gustavo Ferrari / AP Photo)
Caçada ao ditador
Uma coalizão internacional, liderada por EUA e Reino Unido, invadiu o Iraque no dia 20 de março de 2003 para derrubar o então ditador iraquiano Saddam Hussein, o que representou o início de uma guerra que durante todos estes anos tirou a vida de 100.000 civis e de mais de 4.400 soldados americanos.
Saddam Hussein foi capturado em dezembro de 2003 e executado na forca três anos depois.
(*) Com informações das agências de notícias Associated Press, Efe, France Presse e Reuters


Do G1, com agências internacionais *

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga por e-mail