Google tradutor

Ricardo Eletro

Acusado de tráfico internacional de drogas é preso no RJ

Agência Estado

Foragido por 12 anos, o traficante José Roberto Monteiro Zau, de 56 anos, foi preso ontem pela Polícia Federal (PF) no Rio de Janeiro. Ele é acusado de integrar a quadrilha que traficou cocaína em aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) para a Europa, entre 1998 e 1999. De acordo com o relatório da CPI do Narcotráfico, em 2000, Zau era responsável pela aquisição de celulares para a quadrilha e recebia a droga na Espanha, onde residia na época.

Ele foi preso na Barra da Tijuca, onde morava, quando voltava da casa da mãe, no mesmo bairro, na zona oeste da cidade. Zau tentou escapar da prisão e apresentou uma cédula de identidade com o nome de Luiz Felipe Lemos Henriques. Ele foi autuado por uso de documento falso.
No dia 20 de março de 1999, a PF apreendeu aproximadamente 33 quilos da droga, com 99,96 % de grau de pureza, numa aeronave Hércules C-130, na Base Aérea do Recife. Misturado a outras substâncias, o entorpecente chegaria a 100 quilos e valeria US$ 3 milhões no mercado europeu. O avião saiu do Rio com destino a Palma de Mallorca, na Espanha. Zau receberia a cocaína. O paradeiro dele permanecia ignorado até ontem.

Depois de detido, o traficante foi encaminhado para o Presídio Ary Franco, em Água Santa, no subúrbio do Rio. A quadrilha era formada por dois tenentes-coronéis, condenados pela Justiça Federal a 17 anos de reclusão, um major, que recebeu a pena de 16 anos, e vários civis. Eles eram liderados pelo narcotraficante norte-americano John Michael White, preso em 1999, que também foi condenado pela Justiça Federal e cumpre 39 anos de reclusão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga por e-mail