Google tradutor

Ricardo Eletro

Ultrapassagem indevida deixa um morto na BR-101

EUNÁPOLIS - O representante comercial Danilo Gomes da Silva, 32 anos, morreu no acidente ocorrido por volta das 19h30 desta quinta-feira (28), no km 692 da BR-101, no município de Eunápolis.
Ele seguia para Vitória da Conquista em um Fiorino baú, quando foi atingido por um Ecosport que vinha em sentido contrário. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o motorista do Ecosport, o empresário do ramo de pneus Rui da Cruz Mota, 48 anos, realizou ultrapassagem em local proibido e desenvolvia alta velocidade.

O impacto foi tão forte que os dois veículos ficaram completamente destruídos. Danilo teve morte imediata e o corpo dele ficou preso nas ferragens. Rui teve ferimentos leves e foi encaminhado para o Hospital Regional.

O motorista da carreta que Rui teria tentado ultrapassar - que não quis se identificar, afirmou que o alertou para não realizar a ultrapassagem. O Ecosport ficou descontrolado e ainda bateu na lateral da carreta.

A Polícia Rodoviária Federal ainda não concluiu o relatório do acidente, que será enviado para a Polícia Civil. No momento da batida, o velocímetro do Ecosport parou em quase 130 km/h, o que indica que Rui poderia estar em velocidade muita acima do permitido.

A Polícia Civil abrirá inquérito e Rui – que é morador de Eunápolis, pode ser indiciado por homicídio culposo, quando não há intenção de matar.

O corpo de Danilo, que trabalhava em uma empresa de produtos farmacêuticos de Vitória da Conquista, Sudoeste da Bahia, está sendo necropsiado na manhã desta sexta no Instituto Médico Legal de Eunápolis. Parentes e colegas de trabalho estão no local. Ele será enterrado em Vitória da Conquista, onde morava. Danilo era casado e deixa filhos.

RADAR64

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga por e-mail