Google tradutor

Ricardo Eletro

Policiais femininas querem igualdade de direitos na área

As integrantes da corporação discutem propostas voltadas aos diversos segmento da sociedade

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação
Lembrando os feitos da militante Maria Felipa, mulher negra e marisqueira de Itaparica, na luta pela Independência da Bahia, a secretária estadual de Políticas para as Mulheres, Vera Lúcia Barbosa, abriu nesta sexta-feira (30), a Conferência Temática de Mulheres Policiais Militares, em Salvador. Quase duzentas integrantes da corporação discutirão até o final da tarde, propostas voltadas ao segmento, em áreas como saúde, educação, autonomia e prevenção à violência. 
Vera Lúcia destacou a grandeza das policiais militares, defendendo maior reconhecimento às mesmas, e criticando “a histórica e desigual divisão de salário” entre homens e mulheres na sociedade. Para a Tenente Faneli, há oito anos atuando na Polícia Militar, as discussões são importantes e já representam um certo grau de “valorização da atuação policial das mulheres”. Os debates antecedem a conferência estadual que acontece mês que vem, também na capital.
Primeira mulher eleita senadora pela Bahia, Lídice da Mata, reforçou a necessidade de enfrentar a desigualdade de gênero. “Não reivindicamos ser iguais ao homem. Mas queremos igualdade de oportunidade”, disparou.
 Radar Notícias. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga por e-mail