Google tradutor

Ricardo Eletro

Música: Nívia Sampaio um futuro promissor


 Por Nívia Sampaio

Desde criança dizia à minha família que um dia seria cantora. Comecei minha carreira artística animando festas infantis com um grupo de sete meninas, grupo chamado ‘Xou da Xuxa’. Quando na fase da adolescência comecei a procurar bandas para fazer testes para ocupar a vaga de cantora, só que comecei a fazer isso com apenas 12 anos, levada por minha mãe, e a primeira banda que minha mãe me levou para fazer o teste foi a antiga Banda Show Feras (hoje não mais existente), mas o proprietário Idameci disse para minha mãe: “ela sabe até cantar direitinho, mas é muito novinha para começar a viajar com bandas, a responsabilidade é muito grande...”
Com o passar do tempo meu desejo em realizar esse sonho foi aumentando, então continuei a fazer teste em bandas. Consegui me tornar membro da banda ‘Millenium’, logo depois ‘Swing Maneiro’, ‘Brilho Baiano’ e tantas outras que por onde tive a oportunidade de viver e vivenciar muita coisa importante em minha vida, situações quais me transformaram na pessoa que sou hoje. Viajei por muitas cidades da Bahia e tive a oportunidade de trabalhar em bandas de outros estados brasileiros. Vive um tempo em Mato Grosso, Paraná e Santa Catarina, e, com as viagens conheci muitas pessoas que se tornaram importantes para mim, que fazem parte da minha história e permitiram que eu entrasse na vida delas.
Convivi com muitas culturas diferentes e aprendi a respeitar as diferenças, e mais do que isso, aprendi a dar valor a cada momento e a cada pessoa que tenho o privilégio de estar perto e conhecer um pouco da história de vida delas. Agradeço muito por todas as dificuldades quais já passei ao logo da minha carreira, pois hoje posso dizer que tenho muita história interessante para contar e bastante experiência de vida para transmitir para meus futuros filhos, se um dia os tiver.
Sou cautelosa, carinhosa, respeito as pessoas e vivo intensamente cada segundo que a vida me proporciona, porque quando não poder mais transmitir meus sentimentos através do que mais amo fazer, cantar, minha vida não terá mais sentido a partir desse momento.
A música que decifra as notas da minha alma:

Seduzir – Djavan

Cantar, é mover o dom
do fundo de uma paixão
Seduzir, as pedras, catedrais, coração
Amar, é perder o tom
nas comas da ilusão
Revelar, todo o sentido
Vou andar, vou voar, pra ver o mundo
Nem que eu bebesse o mar
Encheria o que eu tenho de fundo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga por e-mail