Google tradutor

Ricardo Eletro

Grave acidente na BR-420 entre Jaguaquara e Itaquara


O acidente deixou três vítimas fatais

.
A Polícia Técnica de Jequié confirmou as identidades das três vítimas fatais do acidente envolvendo um veículo GM/Corsa Sedan de placa JNY-1699, que bateu frontalmente com a mureta de proteção (guarda corpos) da ponte sobre o Rio Casca, no perímetro do município de Jaguaquara. Morreram no acidente: Edivanisse de Souza, 46, e os seus dois filhos; David Souza Santos, 25 anos, e Simone Santos Souza, de 26 anos. O esposo de Edivanisse, Antônio Pinheiro dos Santos, também estava no Corsa e ficou ferido. O motorista do carro, identificado pelo pré-nome ”Antônio”, continua internado no Hospital Geral Prado Valadares, em Jequié e de acordo com informações ele teria sido submetido a uma intervenção cirúrgica na noite de domingo (4). O acidente aconteceu por volta das 16h, quando o veículo em que as pessoas viajavam, bateu de frente com a mureta de proteção da ponte. Uma criança de 4 anos, Ysamara Santos Souza, filha de Simone, ficou ferida e foi socorrida por uma ambulância, sendo levada para o Hospital Municipal de Jaguaquara. De acordo com o plantão do hospital a criança não corre risco de morte.
 O Corsa bateu frontalmente com a mureta da ponte

 Depois de periciados no local, os corpos foram levados para o IML de Jequié, por peritos do Departamento de Polícia Técnica e deverão ser transladados para Jaguaquara nas próximas horas. As três vítimas eram naturais do município de Itagi, mas residiam em Jaguaquara, no bairro Popular. Há uma informação de que a família teria fretado o taxi para buscá-la em uma praia, na região do município de Valença


 
 O carro – taxi só danificou a parte frontal

A cifra de mortos nos últimos anos só fez aumentar na BR-420, principalmente no trecho Jaguaquara – Itaquara, com curvas bastante sinuosas que requerem atenção redobrada dos motoristas. O Corsa com as cinco pessoas teria acabado de dobrar uma curva quando bateu na ponte, mas ainda não se sabe o que ocasionou a tragédia. Blog Marcos Frahm.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga por e-mail