Google tradutor

Ricardo Eletro

Abacaxi de luxo cultivado em estrume de cavalo custa R$ 33,5 mil




Você vai ter que ser podre de rico, se estiver pensando em comprar um abacaxi de R$ 33,5 mil, que foi cultivado em estrume de cavalo usando métodos de jardinagem do século 19.

O fruto mais caro do mundo foi estranhamente cultivado em pequenas estufas que são aquecidas usando uma reação química entre 30 toneladas de esterco, urina de cavalo, e pilhas de palha, informou o jornal Metro.

A safra de luxo foi amadurecida em Cornwall (Grã-Bretanha) no Gardens of Heligan. O jardim possui atualmente oito dos abacaxis raros - cada um custou cerca de R$ 4 mil para ser cultivado, por isso o preço tão alto, além de sua raridade.

Mas quem fez planos para adquirir o abacaxi ficará decepcionado, pois os frutos não serão vendidos, e sim doados aos jardineiros que trabalharam por dois anos para fazer crescer cada abacaxi.

"Vamos deixar o pessoal saborear os frutos como um agradecimento por seu trabalho duro", disse o porta-voz do Gardens of Heligan, James Stephens.

Ele acrescentou que a fruta possui um "sabor explosivo e é deliciosamente doce". Diario Isano

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga por e-mail