Google tradutor

Ricardo Eletro

Cientistas descobrem nova espécie de escorpião nos Andes


'Tityus crassicauda' atinge cinco centímetros de comprimento.
Região onde espécie foi encontrada é rica em biodiversidade.


Um escorpião macho da espécie 'Tityus crassicauda' (Foto: Divulgação/Eric Ythier) 
Um escorpião macho da espécie 'Tityus crassicauda' (Foto: Divulgação/Eric Ythier)
Pesquisadores descobriram uma nova espécie de escorpião com grande cauda nos Andes equatorianos, na América do Sul. O animal, que atinge cinco centímetros de comprimento, recebeu o nome científico de Tityus crassicauda.

A região onde o escorpião foi encontrado é rica em biodiversidade, segundo o estudo, publicado na edição deste mês da revista científica "Zookeys". A pesquisa foi realizada pelo Museu Nacional de História Natural de Paris, na França.
O animal é castanho, com tons avermelhados e cores mais escuras nas extremidades, como o ferrão. O gênero Tityus abriga uma grande variedade de espécies, e sua família pode incluir desde escorpiões pequenos, com menos de três centímetros, até animais com 12 centímetros de comprimento.
O escorpião recém-descoberto possui um veneno poderoso, assim como ocorre com outras espécies de animais similares.
"Apesar de os escorpiões serem fascinantes, o interesse das pessoas, em geral, é pela reputação destes animais de serem 'matadores de gente'. No entanto, apenas um número limitado de espécies podem causar incidentes sérios", disse o pesquisador Wilson Lourenço, responsável pela pesquisa, à revista "Zookeys". G1


  •  
Imagem mostra exemplares do escorpião recém-identificado 'Tityus crassicauda' (Foto: Divulgação/Elise-Anne Leguin) 
Exemplares de machos da espécie de escorpião recém-identificada (Foto: Divulgação/Elise-Anne Leguin)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga por e-mail