Google tradutor

Ricardo Eletro

Salvador: Primeira cirurgia de enxerto de pele da Thifany foi adiada, e ela perde bastante sangue a cada dois dias

A pequena Thifany Aquino, 9 anos, vítima do atentado a bomba na Lanchonete Cuscuz com Recheio continua internada na área de queimados do Hospital Geral do Estado em Salvador e sem previsão de alta médica.

No início da noite desta segunda, 14, José Raimundo, o pai da Thifany falou a nossa reportagem que esteve no HGE por quase duas semanas acompanhando o tratamento, e que o quadro é bastante delicado. As pessoas podem até imaginar que está tudo bem, mas o sofrimento da garotinha é diário e a mesma perde muito sangue a cada dois dias, quando é feito os curativos. 

Nesta segunda, 14, a Thirany iria realizar a primeira cirurgia de enxerto de pele nas pernas, onde seriam retiradas partes da pele e carne do bumbum e costas. O José Raimundo diz que foi feito um corte no pé da Thifany para aplicar sangue, mas não conseguiram achar um ponto (veia), e a cirurgia foi suspensa. A Thifany perdeu bastantes vasos sanguíneos, está magra e o as queimaduras parecem pequenos buracos na pele. 

José Raimundo que também foi vítima do atentado passou 17 dias internado no Hospital João Dias em Aracajú/SE, se recuperando das queimaduras de 2º e 3º grau. José diz que está tentado se conformar com a situação, e espera que seja feita justiça, principalmente pela Thirany que chora constantemente devido às queimaduras que atingiram 80% do seu corpo. 
Fonte: Augusto Urgente!
ATENÇÃO: IMAGEM FONTE DA THIFANY! 
Não queríamos exibir esta imagem, postamos a pedido do pai na esperança que o júri analise a atrocidade cometida a um ser humano inocente, que por pouco não perdeu a vida e chora constantemente.  
Peço aos colegas blogueiros, não exibir a imagem sem ao menos um mosaico.
 Gente, eu vi um vídeo da troca dos curativos e a Thifany chorando bastante. Eu não aguentei e chovei. É muito sofrimento pra uma pessoa só. Augusto Jacobina.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga por e-mail