Google tradutor

Ricardo Eletro

Após operação policial, moradores invadem delegacia soltam presos e queimam veículos

Local do acontecido
 A cidade de Amargosa vive uma noite de caos depois que um tiro em uma criança de 1 ano gerou uma onda de protestos que culminou com um grupo de pessoas invadindo a delegacia na noite desta quarta-feira (16/07). O local foi depredado e os 16 presos que estavam detidos foram soltos no meio da confusão, segundo informações da Polícia Militar. Segundo moradores do local, o responsável pelo tiro que atingiu a menina foi um policial durante uma operação no bairro Catiara, que fica na entrada do município.


A menina chegou a ser socorrida para o Hospital Municipal de Amargosa, segundo a PM, mas morreu. Além da invasão à delegacia, carros foram queimados na cidade e agora a população faz um protesto na entrada do município, impedindo entrada e saída. Reforços de Feira de Santana e Santo Antônio de Jesus são esperados pela PM da cidade. Rota Policial
A delegacia ficou revirada depois da ação criminosa. A população foi até lá para protestar contra a ação que resultou na morte da menina. Os presos, soltos na confusão, roubaram armas e outros itens da delegacia. A delegada Glória Isabel, que está em meio a diligências para localizar os suspeitos, classificou de "situação atípica" o que está acontecendo na cidade.
 
Um morador do município, que não quis se identificar, informou ao Correio que conhece os pais da vítima e que o policial disse à família que atirou na criança acidentalmente. "Ele disse que estava procurando por um bandido e que não teve a intenção de atingir a criança. Ela foi baleada na cabeça", conta.
A menina estava no colo de um familiar quando foi atingida pelo tiro. A Polícia Civil não confirmou que ela foi baleada durante uma ação policial.
 
A população está amedrontada com a situação, pois o clima de tensão continua, com manifestantes queimando ônibus. A praça do Cristo, a principal da cidade, também foi queimada. Segundo informações de moradores da região, um dos presos que estava detido na delegacia era Otaviano Souza Sampaio, 65 anos, conhecido como "Rei das Bermudas", acusado de matar e esquartejar a mulher de 29 anos em outubro de 2010. Ele está detido há cerca de 1 ano.
Segundo informações de testemunhas, alguns homens da Avenida São Cristóvão, bairro da Catiara invadiram e destruíram a delegacia revirando móveis e soltando os presos que ali estavam custodiados. 
 
De acordo com a PM, os homens ainda teriam levado vários objetos da delegacia, entre armas e veículos apreendidos. Os invasores ainda atearam fogo em caminhões e dois carros no Centro da cidade causando pânico a população. 
Rota Policial

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga por e-mail