Google tradutor

Ricardo Eletro

Robin Williams morre aos 63 anos; polícia crê em suicídio


O ator Robin Williams, vencedor do Oscar de Melhor Ator Coadjuvante por Gênio Indomável em 1997, morreu nesta segunda (11) aos 63 anos, informou seu assessor. O comunicado dá poucos detalhes sobre a causa da morte, mas afirma que Williams enfrentava uma severa crise de depressão ultimamente. De acordo com um boletim divulgado pela polícia do condado Marin, as autoridades acreditam que ele tenha se suicidado.

Robin Williams chega a uma pré-estreia no Festival de Sundance, em Park City, Utah, nos Estados Unidos, em janeiro de 2009. Foto: Lucas Jackson / Reuters
"Robin Williams faleceu na manhã desta segunda (11). Ele enfrentava recentemente uma grave crise de depressão. Essa é uma perda trágica e repentina. A família respeitosamente pede privacidade neste momento de profundo sofrimento", informa o comunicado divulgado por uma pessoa da equipe relações públicas do ator.

Já o boletim divulgado pela polícia dá mais detalhes sobre a morte. "No dia 11 de agosto de 2014, por volta das 11h55, a polícia do Condado de Marin recebeu um telefonema informando que um homem adulto havia sido encontrado inconsciente e sem respirar em sua residência na localidade de Tiburon. A polícia e o corpo de bombeiros de Tiburon enviaram viaturas e uma ambulância que chegou ao local às 12h. O óbito da vítima foi declarado no local às 12h02 e ele foi identificado como Robin McLaurin Williams, um morador de Tiburon de 63 anos de idade."

As investigações sobre a causa e circunstâncias da morte estão em andamento, segundo a polícia. As informações preliminares sustentam que Williams foi visto com vida pela última vez em torno das 22h de domingo (10), na residência em que morava com sua mulher.

O corpo do ator foi encontrado pouco antes do chamado feito para as autoridades. Até o momento, a polícia acredita tratar-se de um suicídio causado por asfixia, mas uma investigação completa ainda vai determinar se a morte foi acidental ou não. Um exame forense completo e toxicológico está marcado para esta terça-feira (12).

A mulher do astro, Susan Schneider, pediu aos fãs que lembrem de sua genialidade para fazer rir. "Esta manhã, eu perdi meu marido e meu melhor amigo, enquanto o mundo perdeu um de seus mais queridos artistas e grandes seres humanos", disse Susan, sua terceira mulher. "Eu estou arrasada. Em nome da família Robin, pedimos privacidade em nossa profunda dor", completou. "Enquanto ele é lembrado, esperamos que o foco não seja na morte de Robin, mas nos incontáveis momentos de riso e de alegria que ele deu a milhões", insistiu. Terra

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga por e-mail