Google tradutor

Ricardo Eletro

Fortalecimento e desenvolvimento territorial são discutidos pela sociedade civil e poderes públicos


Apresentação do Projeto de apoio a estrutura da cadeia produtiva de flores no Piemonte da Diamantina, o programa Bahia Produtiva de Desenvolvimento Rural Sustentável, a Feira de Tradições Culturais (I Fetrac) e a reestruturação do Colegiado Territorial, foram os principais assuntos discutidos durante reunião do Conselho Regional de Desenvolvimento sustentável dp Piemonte da Diamantina (Codep), realizada nesta quarta-feira, 29, no Sindicato dos Comerciários de Jacobina.
Quanto a importância da reestruturação do Colegiado Territorial, o representante da Secretaria de Planejamento da Bahia (Seplan/Ba.), João Alberto, destacou a importância da contribuição dos colegiados territoriais para o desenvolvimento regional e para o fortalecimento da democracia. Segundo ele, os colegiados possibilitam um diálogo mais fortalecido entre a população e o Estado, no sentido de apontar, sugerir e até mesmo exigir, com a prerrogativa de está sendo representado por um foro, a implantação e implementação de políticas públicas. "Os colegiados são espaços de criação de políticas públicas, com o papel de nortear as implantações destas”, destacou.
O gerente do escritório regional da EBDA, em Jacobina, Renato Coelho da Silva Filho, apresentou o Projeto de apoio a estrutura da cadeia produtiva de flores, que concorre ao Proinf 2014 (Projetos de Infraestrutura e Serviços em Territórios Rurais).  Orçado em 375 mil reais, o projeto visa incrementar e fomentar o plantio de rosas no território. O prefeito Arnaldo Filho, de Caém, garantiu a contrapartida. A sede para distribuição de mudas será no município. “O projeto irá contribuir para a qualificação de processos produtivos e econômicos da agricultura familiar no Território Piemonte da Diamantina”, salientou Renato.
O Proinf visa o combate a pobreza, a redução das desigualdades sociais, a inclusão produtiva e o fortalecimento da agricultura familiar. O Programa que é realizado através de parcerias com estados e municípios tem apoiado a aquisição de equipamentos e a construção de infraestrutura para a produção.
Estava previsto para acontecer também na reunião, a discussão sobre a saída dos municípios de Serrolândia e Capim Grosso, do Piemonte da Diamantina para o Território Bacia do Jacuípe, mas por falta de representantes suficientes das entidades e instituições filiadas ao Codep e, inclusive, de representantes dos municípios que apresentaram o interesse pela transferência, não teve quórum para oficializar a discussão sobre o assunto.
Dirigentes de entidades e instituições filiadas ao Codep e representantes de organizações e movimentos sociais presentes ressaltaram a necessidade de uma participação maior da sociedade civil nas discussões territoriais e como proposta de uma reflexão mais avançada sobre as estratégias de fortalecimento e de articulação do colegiado territorial, se comprometeram em apoiar e ajudar a implantar, os grupos de trabalhos (GT’s), nas mais diversas áreas de interesse da sociedade, como saúde, educação, agricultura, meio ambiente, cultura, segurança, comunicação e outros.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga por e-mail