Google tradutor

Ricardo Eletro

Senhor do Bonfim:Policias Rodoviarios Federais da Delegacia 10/04 Realiza Curso de Arma não Letal

Policiais Rodoviarios Federais durante Instrução
Foi realizado para todos os Policiais Rodoviários Federais da Delegacia 10/04 Senhor do Bonfim - BA, nos dias 09 e 11/08,  o curso para utilização da arma não letal, mais conhecida como "TASER".A Arma Não-Letal emissora de “ondas T” forma de onda semelhante à onda cerebral, com ação direta sobre o sistema nervoso sensorial e sistema nervoso motor do oponente, de forma a Paralizá-lo com menor possibilidade de dano em decorrência da ação da mesma, se comparada com uma arma de fogo.

A arma TASER permite ao operador o controle total do tempo do disparo, podendo este tempo ser continuamente prolongado ou instantaneamente interrompido. A arma TASER dispara dardos com alcance de até 10,6 metros, através de cartucho propelido por nitrogênio - substância não-contaminante, não-tóxica, não-poluente, não-inflamável e não-explosiva. Para fins de segurança, a arma TASER dispõe de trava ambidestra e cada cartucho TASER possui trava de proteção.
Detalhamento da Nova Arma
Para fins de registro e controle, a arma, e cada cartucho, TASER possui um número de série específico na parte externa e interna. Para fins de auditoria, por parte de autoridade fiscalizadora, a arma TASER armazena, em memória digital interna, a data e o horário dos disparos, sendo que o cartucho TASER, por sua vez, contém em seu interior “confetes identificadores” com o mesmo número serial do cartucho, de forma que este, ao ser deflagrado, libere os respectivos confetes na cena do disparo.
    
Durante todo o curso, os Inspetores do Departamento de Polícia Rodoviária Federal, Saráchaga e Bonachuck,  explanaram sobre a
importância dessa nova arma, no controle de distúrbios que por ventura, possam ocorrer. Entende-se que arma TASER deve ser
utilizada apenas diante de uma ameaça real à vida do policial, de terceiro ou do próprio suspeito.
   
Ao efetuar um disparo com a "TASER", o indivíduo atingido recebe uma descarga de 5.000 volts, ficando imobilizado por um período de 05 segundos, ou mais, a depender de sua resistência à prisão.Contando com 100 por cento do efetivo, o curso foi considerado um
sucesso, e agora a Delegacia 10/04, conta com mais um equipamento de suma importância, no combate a criminalidade.

  Informações Insp. Lopes Júnior
 ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO - DEL. 10/04

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga por e-mail