Google tradutor

Ricardo Eletro

Dois acidentes em exatamente 48 horas deixam três mortos e dois gravemente feridos na BR 324

As vítimas fatais residiam em Nova Fátima e Riachão do Jacuípe


Dois graves acidentes foram registrados pela Polícia Rodoviária Federal, posto de Capim Grosso em um espaço de 48 horas, na BR 324,  resultando na morte de três pessoas e deixando outras duas em estado grave.
22h30 domingo dia 4 – Dois homens em uma moto, colidiram com uma ambulância que seguia da cidade de Senhor do Bomfim, sentido Riachão do Jacuípe. Os dois ocupantes da moto morreram no local, segundo informações de familiares das vítimas, ambos estavam bebendo e saíram dizendo que iam assistir a um jogo na casa do irmão de Cidinho, contudo, seguiram para a cidade de  Gavião.
As vitimas foram identificadas como Sidney dos Santos Ferreira, 33 anos morava na rua Madacarú , 56, no município de Riachão do Jacuípe, e Josmar Roney Silva de Jesus, que morava na rua Humberto de Carvalho, 203, Bairro Barra do Vento.
Esta foi a situação que ficou a motocicleta
Os corpos foram levados para perícia na cidade de Feira de Santana, segundo informantes no local do fato, os cadáveres estavam irreconhecíveis e por isso, demorou-se para a retirada dos mesmos.
“Muitos ossos e carnes espalhadas pelo chão”, relatou  uma jovem por nome Veridiane, que logo cedo vindo para Riachão passou pelo local.
 
 22h50 Sexta-feira dia 2 – Foi registrado o primeiro  acidente que aconteceu próximo a cidade de Gavião, com uma colisão envolvendo um veículo FIAT Pálio, de placa policial KMH 2083, licença de Feira de Santana, que fazia o percurso de Gavião sentido Nova Fátima, que bateu violentamente com um FIAT Doblô de placa JMN 6986, que trafegava no sentido contrário.
No acidente o motorista do Pálio,Pedro Henrique Prado Gomes, de 26 anos, morreu no local, enquanto O carona, Jerri Adriano Crispiniano dos Santos, de 25 anos, foi socorrido por populares até a cidade de Riachão do Jacuípe e segundo a equipe médica ele deu entrada na emergência em estado de saúde considerado crítico. Ambos eram moradores da cidade de Nova Fátima.
Já o condutor do Doblô, Ridervan Santos da Costa, morador de Itatiaia, também em estado grave foi socorrido por uma viatura da Polícia Militar da cidade de Gavião até o hospital de Riachão.
A cena no local do acidente era impressionante. O FIAT Pálio praticamente foi aberto em partes como uma lata de sardinha. Não se sabe ao certo o que ocasionou a colisão, mas segundo ponderou o Patrulheiro Ferreira, pelas marcas deixadas na pista, provavelmente o Pálio perdeu o controle e invadiu a pista no sentido contrário. Um dos pneus do veículo estava estourado, o que pode indicar o motivo da perda da direção do condutor. Mas só após o resultado da perícia feita no local pelos agentes do DPT de Jacobina se saberá a real causa do acidente.

Calila Notícia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga por e-mail