Google tradutor

Ricardo Eletro

Nove municípios catarinenses decretaram estado de calamidade pública

Quarenta e quatro estão em situação de emergência. Ministério da Integração Nacional anunciará liberação de R$ 13 milhões
$alttext
Estragos causados pelas chuvas em Itajaí
Nove cidades catarinenses decretaram estado de calamidade pública por causa das enchentes provocadas pelas fortes chuvas da semana passada. O governo de Santa Catarina informou também que há 44 municípios em situação de emergência. O Ministério da Integração Nacional vai anunciar nesta terça-feira (13) a liberação de R$ 13 milhões para ajudar às vítimas das enchentes no estado. O assunto foi tema de reunião hoje, no Palácio do Planalto, sob comando da presidenta Dilma Rousseff.
O último boletim da Defesa Civil catarinense, divulgado no começo da tarde, informa que 973 mil pessoas foram afetadas pela chuva, que deixou 161,8 mil desalojados e 15,1 mil desabrigados. Três pessoas morreram (em Guabiruba, Itajaí e Laurentino) e 148 estão doentes.
As cidades cujas prefeituras decretaram estado de calaminidade pública são Agronômica, Brusque, Rio do Sul, Ituperanga, Aurora, Presidente Getúlio, Laurentino, Lontras e Taió.
O governo federal determinou ainda o envio de três 3 toneladas de medicamentos, incluindo vacinas, para as regiões atingidas pelas enchentes em Santa Catarina. Paralelamente, o Ministério da Integração Nacional prepara a autorização para permitir o saque de recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), conforme regras do Ministério da Previdência.

Agência Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga por e-mail