Google tradutor

Ricardo Eletro

Mais de 600 presos em greve de fome costuram lábios no Quirguistão

Protesto seria contra as condição de detenção.
Autoridades afirmam que crime organizado está por trás dos protestos.

Da AFP

Em um protesto contra suas condições de detenção, três mil presos lançaram uma greve de fome nas prisões do Quirguistão, e pelo menos 640 deles costuraram os lábios, informou o mediador da República, Tursunbek Akun.
As autoridades afirmam que a revolta de prisioneiros foi motivada pelo crime organizado depois do lançamento de uma "operação mãos limpas" nas prisões do Quirguistão em 16 de janeiro, após o homicídio de um chefe de máfia.

G1.
 
Preso com os lábios costurados em prisão de Bishkek, no Quirguistão, nesta terça-feira (24) (Foto: AP)
Preso com os lábios costurados com arame em prisão de Bishkek, no Quirguistão, nesta terça-feira (24) (Foto: Reuters)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga por e-mail