Google tradutor

Ricardo Eletro

Várzea do Poço: Cigana que estava desaparecida entra em contato com os pais

A cigana Claudia Gama que supostamente estava desaparecida entrou em contato com seus pais, afirmando está em Vitória do Espírito e está bem. Falou que viajou por livre e espontânea vontade e que a “Cananda”, até então suposta seqüestradora, é inocente.

O sumiço das ciganas ocorreu no dia 24 de fevereiro, em Várzea do Poço, onde duas ciganas - Claudia Gama (18) e Fabiana Dourado (14), foram vítimas de um suposto seqüestro por uma senhora conhecida por Cananda.
Fabiana foi resgatada por seus pais na cidade de Gandú, e Claudia teria ido para Vitória do Espírito Santo levada por esta senhora. O senhor Terêncio Gama, pai de Claudia, afirmou querer sua filha de volta, mas Claudia disse que não quer voltar.

Diante de relatos da família, Claudia conheceu um cigano através de uma rede social e ambos se apaixonaram, então a moça resolveu partir para encontrar com o cigano e foi como esperava, afirmando que está muito feliz e bem cuidada por todos.

O caso ainda continua sendo investigado. Os pais de Claudia não se conformam com a atitude da filha, com a grande decepção causada na família cigana.

“Precisamos ver nossa filha pessoalmente, assim por telefone não temos nenhuma certeza de que é verdade! Graças a Deus ela está viva, mas precisamos saber a verdade”, disse Terêncio Gama.
 

Ciomária Alves
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga por e-mail