Google tradutor

Ricardo Eletro

Vereadora que recebeu apenas um voto assume mandato em cidade do Piauí

Ela obteve apenas um único voto nas eleições de 2008. A solenidade de posse aconteceu no dia 23 deste mês.
A professora aposentada Constança Melo de Carvalho, 80 anos, foi empossada na Câmara Municipal de Coivaras, tendo no currículo um fato inusitado. 

Filiada há 14 anos no PMDB, Constança assumiu o mandato de Raimunda Costa dos Santos, cassada em fevereiro pelo Tribunal Regional Eleitoral do Piauí por infidelidade partidária. Eleita pelo PSDB, ela migrou para o PSB em 2011. O mesmo aconteceu com todos os suplentes da coligação "A união que o povo quer" que receberam mais votos que a professora.

A decisão da Justiça Eleitoral foi uma surpresa para Constança, que estava afastada da política desde 2008, quando, na véspera da eleição, perdeu para o câncer o único filho homem. "Meu filho quem me ajudava, era a cabeça política da família. Quando o perdemos, fizemos uma reunião e decidimos retirar minha candidatura", comentou a professora.

Ela foi a única a votar em si. "Votei em meu número por respeito à coligação e ao PMDB", conta. Os familiares foram liberados para votar em quem quisessem.

Ao tomar posse, Constança disse que a "fidelidade é um bem que enobrece". Agora, de volta à Câmara dos Vereadores - ela já esteve à frente de três mandatos -, a professora reavalia a aposentadoria política. "Tô pensando em me candidatar no pleito deste ano, mas depende muito da minha família”. 

A história se repete
A história da professora Constança Melo não é inédita no Piauí. Em junho de 2008, a funcionária pública Carmem Lúcia Portela Santos, 46 anos, tomou posse na Câmara Municipal de Pau D'Arco do Piauí após o titular da vaga ser cassado por infidelidade. Ela havia obtido apenas um único voto nas eleições de 2004. 
O Dia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga por e-mail