Google tradutor

Ricardo Eletro

MEDO DE SER MORTA POR COMPANHEIRO FAZ MULHER PULAR DE MOTO EM MOVIMENTO



A jovem Edriane Olimpio de Oliveira, de 31 anos de idade, esteve no complexo de polícia nesta quinta-feira para prestar queixa contra seu companheiro , a quem acusa de tentativa de homicídio. Na declaração da própria vítima, seu companheiro, Almir Lucena dos Santos, de 36 anos, teria a chamado para dar uma volta na rua durante a noite desta quinta, 05/12, , e depois de mais de uma hora rodando pela cidade, começou a andar rápido na moto dizendo que ia lhe matar, com medo da morte, ela pulou duas vezes da motocicleta. A primeira vez foi na estrada de chão que liga o bairro do Perú a Jacobina III, mas ele voltou e disse que se ela não voltasse para a moto iria mata-la ali mesmo. Depois que ela voltou para a garupa ele se dirigiu até a região do Pontilhão quando disse que dois capangas já esperavam por ela em um determinado local para dar cabo de sua vida. Foi então que, já desesperada,  Edriane pulou pela segunda vez do veículo.

" Só me lembro que vi o mundo rodar e quase desmaiei, mas vi ele voltar e me fingi de morta. Então ele começou a gritar dizendo que ia passar com a moto por cima de mim e aí eu saí correndo para debaixo de um carro que estava peóximo. Neste instante graças a Deus apareceu uma viatura da PM que suspeitou da situação e abordou ele. Em seguida veio em minha direção e aí ele aproveitou e fugiu. A polícia me levou para o hospital onde fiquei internada e assim que saí hoje vim prestar queixa, relatou a vítima.

No momento em que Edriane esperava para fazer exame de corpo de delito no DPT, ela recebeu a notícia de que seu companheiro acabara de ser preso por Agentes da polícia Civil em seu local de trabalho, uma empresa de construção civil da cidade.  Segundo informações do delegado Cléber Azevedo, que instaurou o inquérito, o acusado negou as acusações e disse não saber porque a sua companheira pulou da garupa da moto, e disse que fugiu porque ficou assustado. O delegado disse que a vítima relatou que seu companheiro é possessivo e ciumento e que no dia do ocorrido tinha feito uso de bebida alcoólica depois de ter passado cerca de três anos sem beber. Segundo o delegado, os PMs também apreenderam uma espingarda tipo bate-bucha municiada na casa do casal , no bairro Jacobina IV, que foi apresentada na delegacia. O delegado informou também que o acusado já tem histórico de violência praticada contra uma ex-companheira. Almir Lucena dos Santos encontra-se preso na delegacia local e foi formalmente autuado em flagrante por tentativa de homicídio.  Bahia Acontece.







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga por e-mail