Google tradutor

Ricardo Eletro

Morador improvisa e pendura carro com cordas para escapar de enchente

Casa foi atingida pela alta do Rio Tibagi, em Jataizinho, no Paraná.
Dono quis evitar que o veículo fosse levado pela correnteza.

Morador de Jataizinho, no Paraná, pendurou o carro por causa da alta do Rio Tibagi (Foto: Alberto D'Angele/RPC TV)
Morador de Jataizinho, no Paraná, pendurou o carro por causa da alta do Rio Tibagi (Foto: Alberto D'Angele/RPC TV)
Um morador de Jataizinho, no norte do Paraná, precisou amarrar e suspender o carro com cordas para escapar da enchente. Por causa das chuvas na região, o Rio Tibagi chegou a subir quatro metros, segundo a Defesa Civil da cidade, e atingiu as moradias próximas à margem.
“Levantei às 5h, e vi que ali para baixo da casa já estava cheio d’água. A casa fica um metro mais alto e, se fosse tirar, pegava no meio do carro”, conta Deocleciano Reis, o dono do veículo.

Após retirar a esposa e os filhos, Deocleciano voltou com um amigo e decidiu pendurar o carro. “Até para a correnteza não levar, porque estava muito forte”. Ele acredita que a atitude evitou um grande prejuízo. “Acho que com uma boa lavagem dá para recuperar”.
Nesta sexta-feira (28) o governador Beto Richa decretou estado de emergência em 59 municípios do estado. A Defesa Civil informou que mais de 78 mil pessoas foram afetadas pelas chuvas que atingiram o estado desde o dia 19 até esta sexta-feira (28). Mais de 12 mil pessoas seguem desalojadas, conforme o órgão estadual.
Segundo a coordenadoria da Defesa Civil de Jataizinho, 22 famílias foram atingidas por causa da chuva na região. G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga por e-mail