Google tradutor

Ricardo Eletro

JACOBINA: HOMEM FAZ GALERIA DE ESGOTO SUA CASA E VIVE EM CONDIÇÕES SUB-HUMANAS

Hoje você vai conhecer a história de Leandro Joaquim de Almeida, 29 anos, alagoano da cidade de Palmeira dos Índios. Recém chegado a cidade de Jacobina, Leandro gostou da hospitalidade do povo e resolveu ficar por aqui. Seria mais uma história comum, igual a tantas outras, se não fosse um único detalhe; o lugar que ele escolheu para morar. Por mais chocante que pareça, há quase um mês Leandro vive dentro de uma galeria de esgotos da cidade.

Conversamos com o rapaz que nos relatou porque escolheu a galeria para fixar residência: "Eu gosto daqui, é onde eu trabalho, estudo, ocupo meu tempo". Pedi autorização para conhecer sua " CASA" e entrei na galeria. Confesso que fiquei chocado, impressionado com o local: Lama por todo lado, paredes úmidas e sujas, muito mal cheiro e uma água suja que corre o tempo todo. E é neste local que ele passa a maioria do tempo. Em uma das paredes da galeria foi feita uma prateleira improvisada, onde se guarda os mantimentos que são cozinhados ali mesmo. A cama é improvisada com um lastro de madeira onde o esgoto passa por baixo. Em cima do lastro um colchão velho onde ele dorme. Na porta da galeria Leandro colocou um cobertor para ter privacidade.

Em alguns momentos o alagoano não fala coisa com coisa e demonstra um certa confusão mental , mas em todo momento ser mostra pessoa tranquila, pacata. 

Perguntado se sente falta da família ou da terra natal ele foi direto. " Não tenho não, tenho que seguir meu caminho. Eles estão bem onde estão.
Sobre as chuvas lhe perguntei se não tem medo que as águas da galeria subam de repente e o pegue de surpresa, mas ele disse que não: "  Eu quero é que encha mesmo, a chuva faz bem e não tenho medo dela.

Encontramos Leandro após um internauta nos informar por email sua história. " Este rapaz está meio desorientado e necessita de uma ajuda urgente. Sua vida está em risco e ninguém se manifestou até o momento, nem mesmo o município. Soube que a Secretaria de Ação Social foi informada do caso mas as agentes dissera que foram ao local e não encontraram nada", relatou o internauta.

O Bahia Acontece encontrou Leandro, e pôde perceber que ele é uma pessoa que precisa de ajuda. Ninguém merece viver em um lugar como este, em condições sub-humanas, exposto a toda sorte de perigos, que na verdade não tem consciência da gravidade de sua situação e não merece viver num lugar assim, onde nem os bichos querem ficar. Bahia Acontece
Veja mais


Lugar onde Leandro dorme



Brinquedo que Leandro diz ter encontrado em sua " CASA"




Entrada da galeria

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga por e-mail