Google tradutor

Ricardo Eletro

AGRICULTURA FAMILIAR

Governo define proposta para captar recursos
Os secretários estaduais Rui Costa (Casa Civil) e Sérgio Gabrielli (Planejamento), e os demais membros do Grupo Governamental de Segurança Alimentar e Nutricional (GGSAN) definiram, nesta quarta-feira (4), a proposta para a modernização das centrais de aquisição de produtos da agricultura familiar que a Bahia apresentará ao governo federal, concorrendo a convênio. A definição ocorreu durante reunião realizada no auditório da Casa Civil, em Salvador (BA).
A proposta será apresentada pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza (Sedes) ao Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), no prazo máximo de doze dias. O aporte de recursos esperado é de até R$ 9 milhões. Pelo edital, concorrerão estados do Nordeste e do Norte do país. O resultado da seleção será divulgado no Diário Oficial da união no dia 8 de outubro.
De acordo com o secretário Rui Costa, o objetivo do governo baiano é oferecer melhores condições para que a produção dos agricultores chegue às escolas e ao Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). “Este convênio proporcionará logística adequada de transporte e armazenamento dos produtos”.
Caso a proposta seja aprovada, cerca de 300 municípios baianos serão contemplados com algum tipo de equipamento, como caminhão refrigerado, veículo furgão, caixas térmicas, freezer, câmara fria, pallets, balanças e outros. A distribuição deve ser feita por meio de seis tipos de kits. 

Ascom - Casa Civil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga por e-mail