Google tradutor

Ricardo Eletro

Caminhão cegonha pega fogo e destrói 11 veículos em posto de combustível

As chamas atingiram e destruíram todos os carros transportados pelo caminhão, onze

Um caminhão cegonha carregado de veículos pegou fogo em Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador, na madrugada desta sexta-feira (31). De acordo com informações da Defesa Civil da cidade, o incidente aconteceu por volta das 3h, no posto de combustível Trevo,na região do Polo Petroquímico de Camaçari. O veículo estava estacionado no local quando o incêndio começou. 
Todos os veículos transportados pelo caminhão ficaram destruídos (Foto: Everaldo Lins/Divulgação)
O motivo das chamas ainda não foi identificado pela polícia. As chamas atingiram e destruíram todos os onze carros transportados pelo caminhão, que são da Ford, além de danificar totalmente a cegonha. Dois outros caminhões, um deles carregado com nitrato de etila, também foram atingidos. Ninguém ficou ferido.
As chamas foram controladas por volta das 5h, pelo Corpo de Bombeiros de Camaçari e pela Defesa Civil. O motivo do incêndio ainda não foi determinado pela polícia, e o caminhão cegonha vai passar por uma perícia
A Ford confirmou via assessoria que o caminhão transportava 11 veículos da marca, mas não estipulou o valor da perda, já que a responsabilidade pelos carros, no momento, era da Transportadora da Cunha. Mesmo assim, a empresa informou que todos os veículos eram segurados. Além disso, a Ford divulgou uma nota oficial. Leia abaixo:
A Ford confirma a ocorrência de um incêndio em um caminhão cegonha, que transportava 11 veículos da marca, na madrugada desta sexta-feira (31). O acidente ocorreu em um posto de gasolina, no Polo Petroquímico. As causas do acidente estão sendo investigadas. Não houve vítimas.

 A Ford confirma a ocorrência de um incêndio em um caminhão cegonha, que transportava 11 veículos da marca, na madrugada desta sexta-feira (31). O acidente ocorreu em um posto de gasolina, no Polo Petroquímico. As causas do acidente estão sendo investigadas. Não houve vítimas. 

Correio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga por e-mail