Google tradutor

Ricardo Eletro

Estudantes de centros profissionalizantes apresentam trabalhos em evento territorial


A cidade de Saúde sediou nesta quinta-feira, 16, a ‘1ª Mostra Territorial de Educação Profissional da Bahia’. O evento que foi realizado na Praça Coronel Albino Pereira, teve o objetivo de promover e valorizar os trabalhos realizados na rede estadual de ensino. Para a mostra territorial foram convidados centros profissionalizantes de todo o território Piemonte da Diamantina e do município de Morro do Chapéu. O evento contou com exposições de trabalhos nas áreas de meio ambiente, saúde, agronegócio, agricultura, agropecuária e informática.

O melhor trabalho apresentado pelas instituições de ensino será apresentado na ‘Mostra Estadual de Educação Profissionalizante’ que ocorrerá em Salvador, entre os dias 28 a 30 de outubro, na Arena Fonte Nova, durante a realização do 3º Encontro Estudantil da Rede Estadual de Educação.

A Mostra contou com apresentações e exposições dos eixos ‘Gestão e Negócios’ e ‘Meio Ambiente e Saúde’. Foram apresentados trabalhos como a ‘Colheitadeira Inteligente e o Pulverizador Baiano’, dos estudantes de Morro do Chapéu; o ‘Canteiro Produtivo e o Minhocário Rústico’ (Saúde). Temas relacionados ao eixo de saúde, como ‘A vida em primeiro lugar’ e ao eixo de meio ambiente, como ‘A degradação ambiental da Cachoeira dos Alves: Ponto Turístico de Jacobina’, dos estudantes das cidades de Miguel Calmon e Jacobina, respectivamente, também fizeram parte das apresentações.

De acordo com a professora Vasti Sampaio, representando a diretoria da Direc 16 (Diretoria Regional de Educação), a Educação Profissional é um projeto que insere os jovens no mundo do trabalho, promovendo o acesso dos estudantes ao conhecimento científico, às artes e à cultura, oportunizando aos mesmos a inserção do mercado de trabalho, com atuação em seus territórios, nos seus municípios de origem. “A realização do evento é uma forma divulgar para a sociedade a produção dos estudantes e os seus potenciais; é uma oportunidade para que eles sejam avaliados, estimulados, vistos e tenham o reconhecimento por seus esforços”, declarou. Estiveram presentes, além de professores, diretores e estudantes, representantes de órgãos públicos do Estado como a CAR (Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional), representada pelo seu diretor Eduardo Menezes e os técnicos Paulo Sérgio Gondim e Paulo Martins; a Secult/Ba (Secretaria de Cultura do Estado da Bahia), com a presença de Inaiara Nunes e da Seplan/Ba (Secretaria de Planejamento da Bahia), na pessoa de Gervásio Lima, que na oportunidade palestrou sobre a importância e o significado da ‘Política Territorial.



 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga por e-mail